Valentino I

100º Papa (827)

Nascido em data incerta num distrito de Roma, foi eleito em 1º de setembro de 827 como sucessor de Eugênio II (824-827) e foi papa por apenas 76 dias.


Ainda jovem decidiu-se pela carreira eclesiástica. Pregava a piedade e a moralidade, e trabalhou para o papa Pascoal I (817-824) e teve uma influente posição junto ao pontificado de Eugênio II (824-827). Com a morte de Eugênio (827) foi eleito por unanimidade seu sucessor pelo clero, nobres e pessoas de Roma.


Carlos Magno (742-814) havia sido declarado Defensor da Santa Sé e mesmo garantindo sua proteção, não exigia o privilégio de confirmar as eleições papais, reconhecendo claramente que a Igreja e seu chefe precisavam de independência. Seu filho Luís e seus netos prometeram solenemente garantir a liberdade das eleições papais (817).


Mas perigosamente, devido a tumultos de facções populares por ocasião da eleição, os papas sentiam-se coagidos a apelar para os reis e imperadores. E foi nesse clima que ele assumiu. Conta a tradição que era muito querido pelo povo, a nobreza e o clero, graças a sua pureza e que no começo de seu brevíssimo pontificado foi acolhido com grandes manifestações de júbilo por seu caráter bondoso.


Papa de número 101, morreu em 16 de novembro (827), em Siracusa, e foi sucedido por Gregório IV (827-844).

Clique aqui para conhecer outros Papas da Igreja Católica.

Siga-nos no Instagram: @fraterno72

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo