São Félix IV (III)

20 de setembro

54º Papa (526-530)

Nascido em Sâmnio, Benevento, no sul da Itália, nomeado (526) arbitrariamente pelo rei godo Teodorico como sucessor de São João I (523-526), que no entanto, demonstrou tal lealdade à Igreja que o rei ostrogodo o repudiou. Também chamado de Félix IV na lista de papas que inclui ilegítimos, foi designado para o trono pontifício por Teodorico, mas teve sua consagração ratificada por bispos.


Teodorico havia prometido aos hereges arianos todas as igrejas católicas de Ravena, porém o rei godo faleceu repentinamente e Amalasunta, a rainha regente, reinou mantendo boas relações com Roma. Enquanto desfrutava de prestígio na corte dos godos, conseguiu transformar dois templos pagãos adjacentes na igreja de S. Cosme e S. Damião.


Durante seu pontificado se difundiu na Itália o monacato, ou seja, a vida conventual como monge ou monja, e conseguiu que os cristãos tivessem liberdade de culto. Também foi durante seu pontificado que São Bento de Núrsia construiu a famosa abadia em Monte Cassino (528). Da Ordem Beneditina viriam mais de 20 papas.


Condenou o semipelagianismo em uma carta a São Cesáreo de Arlés, que o Concílio de Orange (529) converteu em cânones. O pelagianismo ou doutrina de Pelágio (séc. V), heresiarca inglês, negava o pecado original e a corrupção da natureza humana e, conseqüentemente, a necessidade do batismo. A beira da morte, pediu ao clero que elegesse o arcediago Bonifácio para sucedê-lo, tornando-se na tradição pontifícia o primeiro a designar o próprio sucessor.


Segundo o site do Vaticano, como papa de número 54, morreu no dia 20 ou 22 de setembro (530) e foi sucedido por Bonifácio II (530-532).


Fonte: Portal São Francisco

Clique aqui para conhecer mais histórias de outras santas e santos.

Clique aqui para conhecer outros Papas da Igreja Católica.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo