Buscar

Rezando o Terço passo a passo

Atualizado: 27 de Dez de 2020


Foto: Joka Madruga, feita com celular


Esta postagem quer ajudar numa melhor compreensão do Rosário e do Terço


O Rosário existe há mais de mil anos. É tradicionalmente dividido em três partes iguais, com cinquenta contas cada e que, por corresponderem à terça parte, foram chamadas de Terço.


Cada terço compreende um conjunto especial de três Mistérios: os Mistérios Gozosos, os Mistérios Dolorosos e os Mistérios Gloriosos.

O formato do rosário que rezamos nos dias atuais foi organizado pelo Papa São Pio V (1566-1572).


Porém, o Papa São João Paulo II, por meio da carta apostólica Rosarium Virginis Mariae, de 16 de outubro de 2002, sugeriu uma nova série de mistérios, os chamados Mistérios Luminosos.


Essa nova série de mistérios disponíveis para contemplação alterou o formato do Rosário, que passou a contar com 200 Ave Marias, ou quatro partes de 50 Ave Marias com os 4 Mistérios: Gozosos, Dolorosos, Gloriosos e Luminosos. Mesmo assim, permaneceu o nome Terço, devido a devoção popular.


Em sua aparição em Fátima, Nossa Senhora pede várias vezes para que os fiéis rezem o Terço diariamente. As orações feitas são: Oferecimento, Credo, Pai Nosso, Ave Maria, Glória, Jaculatória (Ó Meu Jesus) e Salve Rainha. Entre uma dezena e outra são feitas as contemplações de algum dos Mistérios Gozosos ou da alegria, Dolorosos ou da Dor, Gloriosos ou da Glória e Luminosos ou da Luz.


Esta oração nos coloca em sintonia com Deus, nos faz agradecer as bençãos que recebemos Dele e alcançar as graças que necessitamos.


O Terço nos proporciona viver em comunidade, vivenciar profundamente nossa fé em família e alimentar nossa devoção a Virgem Maria.