Nossa Senhora Rainha

Atualizado: 23 de Out de 2020



A data de 22 de agosto foi instituída pelo Papa Pio XII para celebrar a Memória de Nossa Senhora Rainha, que visa louvar o Filho, pois já dizia o Cardeal Suenens: ”Toda devoção a Maria termina em Jesus, tal como o rio se lança no mar“.


Paralela ao reconhecimento do Cristo Rei encontramos a realeza da Virgem a qual foi Assunta aos Céus! Mãe da Cabeça, dos membros do Corpo místico e Mãe da Igreja; Nossa Senhora é aquela que do Céu reina sobre as Almas cristãs, a fim de que haja a salvação: “É impossível que se perca quem se dirige com confiança a Maria e a quem Ela acolher” (Santo Anselmo).


Desde a Encarnação do Filho de Deus, Nossa Senhora buscou participar dos Mistérios de sua vida como discípula, porém, sem nunca renunciar sua maternidade divina, por isso o Evangelista São Lucas a identifica entre os primeiros cristãos: “Maria, a mãe de Jesus”( Atos 1,14).


Diante desta doce realidade de se ter uma Rainha no Céu que influencia a terra, podemos com toda a Igreja saudá-la: “Salve Rainha” e repetir com o Papa Pio XII, que instituiu e escreveu a carta encíclica “À Rainha do Céu”: “A Jesus por Maria. Não há outro caminho“.


Nossa Senhora Rainha, rogai por nós!


Oração Salve Rainha

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados filhos de Eva; a vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei; e depois deste desterro nos mostrai Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. 

Rogai por nós, santa Mãe de Deus. R: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Fonte: Paróquia Nossa Senhora Rainha - Arquidiocese de Belo Horizonte

Clique aqui para conhecer outros títulos de Nossa Senhora.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Siga nossas redes sociais

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

“Cristo é simultaneamente o conteúdo e a fonte do que a Igreja comunica ao proclamar o Evangelho”.

 

Aetatis Novae, Instrução Pastoral do Pontifício Conselho Para as Comunicações Sociais.