Nossa Senhora da Árvore

Último domingo de setembro


No departamento francês da Alta Sabóia, havia uma vila chamada Chanonat. Esse aglomerado de casas foi elevado à categoria de cidade com o nome de Chamonix, chegando a aproximadamente três mil habitantes no começo do século XX. Localizava-se perto do Monte Branco, no Vale do Arve. São famosas suas geleiras.


Narra a tradição que, próximo àquela cidade, num local ameno e ornado de frondosas árvores, havia uma delas, até bem nova, que apresentava certa cavidade. Nesse nicho, feito pela natureza, fora encontrada uma pequena, mas bela imagem de Nossa Senhora, sem que houvesse uma explicação de como ela foi parar ali.


Segundo o site Chanonat.fr, neste local um par de bois puxando carroça parou e se recusaram a se mover. Descobriram, em cima de uma árvore, uma estátua de Nossa Senhora e do Menino Jesus. Levaram a estátua para a igreja paroquial. Para surpresa de todos, assim que a noite caiu, embora as portas estivessem trancadas, a estátua voltou à sua árvore. Ocorreu aos moradores da região que fora um milagre. Para não incomodar a Santa decidiu-se construir um pequeno oratório contra a grande rocha, que pareceu agradá-la.


O povo, simples, sempre ávido do sobrenatural, o que não deixa de ser uma demonstração viva da chamada hoje 'saudade de Deus', logo batizou a imagem da Mãe de Jesus, com o sugestivo título de Nossa Senhora da Árvore. Por muitos anos, a efígie de Maria, permaneceu ali mesmo onde foi encontrada, até que seus devotos resolveram construir uma capela para melhor proteger o seu tesouro espiritual. Era, também, como agradecimento pelos favores que já podiam ser contados às centenas. Em 1703, em lugar da simples ermida, ergueu-se um Santuário onde se abriga a linda Imagem.


Não faltaram as visitas periódicas, principalmente no último domingo do mês de setembro. Podemos imaginar o calor piedoso das pessoas humildes que, confiantes, se dirigem a Deus por meio da Mãe Imaculada, que não cessa de se desdobrar pelo bem espiritual da humanidade. São Bernardo, na oração a ele atribuída, “Lembrai-vos ó puríssima Virgem Maria”, nos autoriza a acreditar “que jamais se ouviu dizer, que algum daqueles que têm recorrido” à proteção de Maria, “implorado sua assistência e reclamado o seu auxilio, tenha sido por ela desamparado”. Também os devotos de Nossa Senhora da Árvore tiveram a mesma felicidade.


O que mais falta a Maria fazer para atrair nossa confiança? Cheios de gratidão, seja nossa resposta imitar o canto da Virgem celeste, o Abade de Claraval que nos entusiasma; “animado, eu com igual confiança, a Vós recorro, ó Virgem sem igual, e como Mãe me acolho, gemendo sob o peso dos meus pecados, me prostro aos vossos pés”.


ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DA ÁRVORE

Virgem benigna, Santa Mãe de Deus,

que justamente sois comparada à árvore sagrada

que nos trouxe o fruto da salvação, Jesus, o Redentor, bendito fruto de vosso ventre.

Não desprezeis as minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus humanado,

mas dignai-vos de as ouvir propicia e de me alcançar o que vos peço.

Ó clemente, ó piedosa ó doce sempre Virgem Maria.

Amém.


Fonte: Paróquia Nossa Senhora De Oliveira

Clique aqui para conhecer outros títulos de Nossa Senhora.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo