top of page

Comissão para Comunicação tem novo presidente


O bispo de Campo Limpo (SP), dom Valdir José de Castro, foi eleito nesta quinta-feira (27) presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB. A eleição ocorreu durante a 60ª Assembleia Geral da entidade. “Agradeço a confiança dos votantes e aceito como serviço à Conferência e também por amor ao carisma da Comunicação”, disse dom Valdir.


Dom Valdir José de Castro nasceu em 14 de fevereiro de 1961 em Santa Bárbara d’Oeste, diocese de Piracicaba (SP). Estudou Filosofia na Universidade de Caxias do Sul (RS), de 1981 a 1983, e Teologia no Instituto Teológico de São Paulo, de 1984 a 1987. Obteve a Licenciatura em Espiritualidade na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma (1992-1994) e frequentou o curso de Jornalismo na Universidade de Caxias do Sul (RS), de 1996 a 2000.


Especializou-se também em Comunicação na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo (2001-2004), e fez doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012-2016). Foi ordenado sacerdote em 12 de dezembro de 1987. No Instituto religioso foi mestre de Noviços (1997-2001); diretor geral do Apostolado Paulino em São Paulo (2001-2006); provincial da Província da Argentina, Chile e Peru (2007-2011); provincial da Província de São Paulo (2012-2015).


De 2015 a 2022, dom Valdir foi superior geral da Sociedade de São Paulo em Roma, tornando o sétimo sucessor do fundador Beato Tiago Alberione e o primeiro não italiano a assumir o cargo. Em setembro de 2022, dom Valdir foi nomeado pelo Papa Francisco como bispo de Campo Limpo (SP). Em 29 de setembro do mesmo, o Papa Francisco o nomeou também como novo membro do Dicastério para a Comunicação.


COMISSÃO PARA COMUNICAÇÃO - A Comissão para Comunicação da CNBB tem como atribuição animar e articular os regionais da entidade, com os meios e processos de comunicação, levando em consideração a cultura gerada pela revolução das novas tecnologias. A atribuição se concretiza em projetos que visam a formação, espiritualidade, articulação e produção dos agentes da Pastoral da Comunicação, e em encaminhamentos específicos.


Com informações e imagem: cnbb.org.br





Comentarios


Destaques

Anuncie aqui
bottom of page