Congregação Missionários da Sagrada Família



A congregação nasceu da vocação missionária que, desde sempre, palpita no coração das comunidades eclesiais, vivida com particular intensidade pelo Padre João Berthier, religioso francês seduzido pela mensagem de Nossa Senhora em sua manifestação em La Salette (França, 19/09/1846) e estimulado pelo chamamento missionário do Papa Leão XIII.


Foi Berthier quem deu vida a um instituto que abriu portas que se encontravam fechadas às vocações missionárias – jovens com mais de 15 anos e pobres -, e multiplicou espaços e iniciativas para sua formação e atuação.


Hoje são aproximadamente 780 religiosos consagrados, e estamos presentes em mais de 20 países, nos cinco continentes: Alemanha, Argentina, Áustria, Bielorrússia, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Cuba, Espanha, Estados Unidos, Filipinas, França, Holanda, Indonésia, Itália, França, Madagascar, Moçambique, Noruega, Papua Nova Guiné, Polônia, República Checa e Suíça.


Atuam em diversos campos, sempre com uma marca missionária: onde as comunidades cristãs ainda não têm vitalidade ou a perderam, na pastoral familiar, na promoção das vocações e no trabalho paroquial.


Em tudo o que fazem e onde quer que estejam inseridos, desejam ser comunidade de irmãos que crescem na estima recíproca, que se estimulam mutuamente no caminho para Deus e no serviço ao povo. Missionários simples e acessíveis a todos, solidários e a serviço das pessoas e grupos empobrecidos e oprimidos.


Num mundo que teima em multiplicar mecanismos de exclusão e levantar muros que separam e opõem pessoas, grupos e povos, sentem-se desafiados a abrir caminhos e cultivar espaços de encontro, convivência e cooperação.


Fonte: Missionários da Sagrada Família

Clique aqui para conhecer outras congregações e ordens religiosas.

Siga-nos no Instagram: @fraterno72



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo